terça-feira, 18 de março de 2008

A verdade sobre o coelho da páscoa

Peço desculpas pela minha ausência neste veículo de comunicação, pois estava comprando mais uma casa de massagem e anexando-a ao meu grandioso império. Tudo bem, esta semana teremos mais uma data clichê: A páscoa.

Até ontem estava indeciso sobre minha posição com o Coelho da Páscoa, mas não resisti e acabei escrevendo esta postagem. Pude perceber que muitos não conhecem a trajetória dele. Não conhecem, por exemplo, que ele era membro do Partidão nos anos 60 e dava curso de formação astrológica para seus jovens militantes, tanto é verdade que no final daquela década ele foi convidado para ingressar na Universidade Walter Mercado. Tampouco sabem que ele é um dos maiores conhecedores, e até os anos 80, um dos maiores admiradores de Benito Mussolini, que adorava cenouras, e principalmente de Guy Debord. Aliás, na Universidade Walter Mercado o Coelho da páscoa ensinava e pesquisava as teorias políticas de opressão por meio da dominação da cultura de massas, se aproximando das teorias Freudianas, das quais mais tarde se tornaria seu maior defensor.

O problema foi quando ele fez uma viagem à China e encontrou um militante trotskista dissidente da 4a Internacional, que pregava que a revolução surgiria por seres mais evoluídos que o homem, que viriam em discos-voadores. Além de mostrar ao Coelho da páscoa seus fundamentos teóricos, mostrou ao nosso bravo Coelho o chá mágico que o fez ter essa revelação transcendental que vemos hoje. Então o Coelho da páscoa ficou capitalista e pior, começou a cagar redondo.

Nesta sua revelação, o Coelho da páscoa percebeu que, talvez se comunicando com estes seres superiores, ele conseguisse expurgar o mal de se beber refrigerante. Claro, o Coelho da páscoa, um cidadão intelectual e culto, não poderia aparecer no “Fala que eu te escuto”. Assim preferiu fazer os tais ovos de páscoa e pregar contra Karl Marx.

No fim aprendemos duas lições com o Coelho da páscoa: Fiquem longe das drogas e dos trotskistas, que no fundo é a mesma coisa.


Abraços,
Professor Mássimo

6 comentários:

Anônimo disse...

e por que o coelho foi escolhido como símbolo da páscoa?

chocolate é droga?

... disse...

COELHOS COELHOS *-*
Ficou legal o texto, mó viajem :O

Anônimo disse...

uhasuhasuhasuhushuahsuhashasuhasuhasuhasuhasuhasuhsuashuashushauhasuhasuhasuhuashuashuhasuhasuhsauhashuasuashuashuuhas

quanta³ criatividade.

;*
-Mah<3

Ania disse...

chocolate, sexo e café estão na mesma categoria.

Stephany disse...

odeio pascoa

Andressa disse...

problema teu.
fique sem comer ovos negros e brancos (66)'
auhauhuhauhahua