terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Mercado (do lixo) musical

Depois de um longo e acriativo fim-de-semana, voltamos.

A MP3 MPB é chatinha, sem sal e faz nenês dormirem, mas dizem ser uma coisa muito cultural.

Pensando em tal afirmação, pus-me a analisar uma canção MPB que anda fazendo muito sucesso e, assim como no funk, todo mundo ouve, mas nem ligam para a letra.

A música é a “Coisas Que Eu Sei” da tosca intérprete Dani Roberto Carlos, que além de enorme (a música) é ruim pra dedéu. Perceba a qualidade dos versos mais polêmicos:

Coisas que eu sei
São coisas que antes
Eu somente não sabia...

- Jura?

Às vezes dá preguiça
Na areia movediça
Quanto mais eu mexo
Mais afundo em mim
Eu
moro num cenário
Do lado imaginário
Eu entro e saio sempre
Quando tô a fim...

- Bom dia, meu nome é Flan.

Sabe o que isso nos ensina, pessu? Que a música mundial já é mercenária por natureza e desde a criação do maior fenômeno MPB do país - É o Tchan! - a brasileira também começou a ser. O mercado musical atual dos tempos de hoje é muito pouco diversificado e deveras desprezível. Quem dera viver nos tempos do N’Sync...

1 comentários:

Rainha Margot disse...

Dani Carlos canta MPB?